Os Segredos Ocultos no Código da Bíblia

bima2trImagine que todos os grandes acontecimentos da história do mundo, e que todas as grandes personalidades da história da civilização estivessem codificados na Bíblia. Pesquisadores do assunto afirmam que os códigos da Bíblia demonstram de forma dramática que tudo o que acontece neste mundo foi determinado por Deus, não sendo simplesmente o fruto do desenvolvimento de uma tradição histórica.

É incrível e para muitas pessoas parece ser até mesmo absurdo pensar na existência de um código coerente e conciso num conjunto de 66 livros escritos por cerca de 40 pessoas diferentes ao longo de milhares de anos.

old-bible-1462702083ZGTQuem se dedica ao assunto enxerga mensagens que foram entregues de forma sobrenatural, e que foram projetadas com uma habilidade que supera todas as capacidades humanas.

Ninguém imaginava que o contrário pudesse acontecer, mas pesquisadores das áreas das ciências da computação, da criptografia e da psicologia já declararam que o tema do código bíblico é um disparate completamente absurdo.

Para estas pessoas, a esmagadora maioria de cientistas que estudou o fenômeno até o momento chegou a conclusão de que não há qualquer fundamento para a existência de um código baseado em sequências intercaladas formadas pelas letras hebraicas presentes na Bíblia.

Mesmo assim, a ideia de que a Bíblia é composta por algo a mais do que simples palavras, algo que não é novidade para os cabalistas instruídos na Gematria, no Notaricon e no Temurá, vêm chamando a atenção de estudiosos bíblicos e de uma boa parcela de cientistas.

Segundo estes grupos de pesquisadores, existiriam fortes evidências de que as cartas hebreias que formam o que os judeus chamam de Torá, o conjunto formado pelos cinco primeiros livros bíblicos, contêm um código que traz mensagens espirituais e religiosas, além de narrar informações importantes sobre eventos localizados num futuro distante.

bible-3239155_1280Este código, de acordo com alguns, só poderia ter sido posto lá por um autor, ninguém menos do que o próprio Deus. Alguns pesquisadores até afirmaram que o nome Yeshua, a forma hebraica do nome Jesus, foi encontrado através deste código espalhado por toda o Antigo Testamento. Como se pode imaginar, estas ideias têm gerado controvérsia.

Porém, a Bíblia tem sido uma fonte de debates desde que Moisés trouxe do alto do monte Sinais os dez mandamentos entregues diretamente por intervenção divina. Há sempre aqueles que a adoram com fervor e fanatismo e aqueles que a odeiam. Nada mal para o livro mais lido e distribuído ao redor de todo o mundo.

O que há neste livro que tem fascinado as mentes e os corações das pessoas no mundo inteiro por milhares de anos? O que pode haver de tão importante para um pequeno grupo de pessoas, vivendo num canto empoeirado do mundo, que atrai tanta atenção? O que há nas palavras contidas neste pergaminho que uniu um povo disperso durante três mil anos?

bible llO Antigo Testamento, especialmente o Torá, ou os cinco primeiros livros da Bíblia, é uma história dos procedimentos de Deus com a humanidade, mais especificamente os filhos de Israel. Também é repleta de histórias consideradas fantásticas, que os especialistas não consideram serem verdadeiras do ponto de vista histórico. Estes seriam livros escritos por líderes judeus, com o único objetivo de dominar seu povo.

Círculos cada vez mais amplos de investigadores destes temas sugerem que, mesmo que as histórias narradas na Bíblia não sejam verdadeiras, e que nem mesmo a maioria de seus personagens tenha existido, ela traz informações codificadas a respeito de pessoas, lugares e eventos de grande relevância para a história da civilização mundial.

Três semanas antes da guerra do Golfo começar, o matemático Eliyahu Rips e seus colegas em Israel encontraram, codificado na Bíblia, o nome de Saddam Hussein, as palavras inimigo e ataque, e a data de 18 de janeiro de 1991, justamente o dia em que o Iraque atacou duas cidades israelenses com mísseis Scud, gerando alarme sobre a entrada de Israel na Guerra do Golfo.

openbiblelightraysHá uma antiga tradição entre os judeus relativa ao Torá. Ela sugere que, diferentemente de todos os demais livros presentes na Sagrada Escritura, o Torá não foi meramente inspirado, mas sim ditado diretamente por Deus para Moisés, numa sequência exata de letras, sem pontuação ou espaço entre as palavras. Em outras palavras, Deus teria escrito diretamente o Torá.

Também faz parte da tradição que dentro da sequência exata de letras existe uma série de informações criptografadas e embutidas de uma forma tal que somente uma mão pode ter redigido. Por mais curioso e absurdo que possa parecer, esta tradição possui uma história longa e dela fazer parte personagens muito respeitados.

Para estes líderes religiosos, tudo o que é, foi e será, desde o início até o fim dos tempos, está incluído no Torá. Curiosamente, Isaac Newton, um dos maiores cientistas de todos os tempos, afirmou que todo o universo era um criptograma estabelecido por Deus, e que cabia aos seres humanos desvendarem este quebra-cabeças místico, e que a Bíblia poderia ser a chave para a sua resolução. Newton parecia estar tão convencido da existência de um código oculto na Bíblia, que passou cerca de metade da vida tentando decifrá-lo.

idagesO rabi Michael Weissman descobriu que no livro de Gênesis, se a partir da primeira letra TAV forem contadas quarenta nove letras, a próxima será a letra VAV. A partir dela, depois de mais quarenta e nove letras encontramos o RESH, e depois de mais quarenta e nove letras há a letra HEY, fazendo com que você encontre a palavra TORÁ (em caracteres hebraicos) a cada quarenta e nove letras.

 

Isso parece ser incrível por si só, mas é uma daquelas coisas que podem ser consideradas mera coincidência. No entanto, no livro do Êxodo, quarenta e nove letras a partir do primeiro TAV encontra-se o VAV, e mais quarenta e nove letras o RESH, e mais quarenta e nove o HEY, formando novamente a palavra TORÁ.

Já no terceiro livro, o Levíticos, nada disso acontece.

bertContudo, no livro de Números, o mesmo padrão é encontrado, mas com a palavra TORÁ invertida, ou seja, primeiro a letra HEY, e após quarenta e nove letras o RESH, mais quarenta e nove e vem o VAV, e ainda outras quarenta e nove para encontrar o TAV. E finalmente, no livro de Deuteronômios, este mesmo padrão invertido está presente.

Os cabalistas e estudiosos dos livros sagrados não consideram que isso seja mera coincidência. Eles interpretam este achado afirmando que estes quatro livros estão apontando para o livro do meio, o terceiro dos cinco, já que nos dois primeiros livros a palavra TORÁ está voltada para a direita, e nos dois últimos ela está voltada para a esquerda.

Examinando o livro de Levíticos mais cuidadosamente, um novo intervalo é descoberto. Ao invés do antigo padrão de quarenta e nove letras, há um novo padrão de sete letras. Além disso, ao invés da palavra TORÁ, encontra-se a palavra hebraica que é um dos principais nomes de DEUS, o que significaria que a Torá aponta sempre para Deus.

maxresdefaultEsta descoberta é simplesmente fantástica, não apenas pelo conteúdo que ela revela, mas também porque a probabilidade desta descoberta acontecer por acidente é menor do que uma em três bilhões.

Quando se trata de estudar este tipo de criptografia, há várias coisas que devem ser consideradas. Palavras em sequências equidistantes de letras podem ser encontradas nos livros de Gênesis, no livro Guerra e Paz de Leon Tolstói, ou ainda em qualquer livro longo o bastante.

Magic_book_bibleEm qualquer caso o que se encontra é geralmente aleatório, fato que descaracterizaria a interferência divina na composição do código bíblico.

Algo que ajuda a convencer os mais incrédulos a respeito da existência de algum tipo de código divinamente criado e embutido nos textos bíblicos, é a criação de um texto de aparência sensível e que seja facilmente entendível, e ainda assim conciliar sem emendas letras em intervalos fixos, de modo a significarem em seu conjunto previsões sobre eventos futuros ou mensagens espirituais.

maxresdefasault

 

filipeta

capa site imagicklan

 

Comentários desativados em Os Segredos Ocultos no Código da Bíblia