“É NATAL”

por Orual Ojellav

48996004_2577200362308763_8432424178317000704_nQueridos familiares e amigos,

Chegamos a mais um final de ano e, como de praxe, gosto de chamar atenção e fazer algumas considerações baseado no momento que estamos vivendo no planeta e no Brasil.
O verdadeiro significado do Natal, é a celebração da renovação da vida.
Há mais de dois mil anos que um ser iluminado vindo de outras esferas vibracionais, deixou, em sua curta permanência nesta nave interdimensional, o seu exemplo de moral, ética, perseverança, fé, persistência e superação.
Plantou nos corações da Humanidade a semente do amor verdadeiro.
Ferramenta preciosa e imperativa para possibilitar a unificação das partes, nós, no Todo, a Luz Maior.

Infelizmente, com o passar do tempo, seres, humanos que somos, esquecemos, ou não tomamos consciência da divindade que reside no íntimo de cada um de nós, e da infinita capacidade que possuímos para amar indiscriminadamente, sem restrições ou condicionamentos.
Muitos de nós se deixam levar pelas tentações mundanas do poder, da riqueza, da ostentação. 
Outros se aproveitam do apoio popular, obtido através de mentiras eleitoreiras, para usurpar a riqueza de todo um povo ou Nação, e quando não conseguem esse apoio, tornam-se ditadores sem o mínimo pudor, cegos pelo anseio de poder e de acumular mais e mais no âmbito material.

E então, é Natal…
Oportunidade de repensar nossa trajetória terrena.
Expurgar o mal, o mundano, o consumismo desenfreado, e pensar nos nossos semelhantes menos favorecidos, que ora moram nas ruas maltrapilhos, ora definham pela fome, como nos campos da Etiópia, presas fáceis sob a mira dos carcarás ansiosos por alimento.
Poderia escrever páginas e páginas relatando exemplos de descaso, desamor, egoísmo, ganância, etc.

Então é Natal… 
Oportunidade que se renova anualmente para despertar, renascer e mudar, repensando o passado e pisando firme no chão do presente.
O futuro será mera repetição das atitudes, palavras e pensamentos de hoje.
Coloquemos um ponto final ao desvario e ao vacilo, já! Agora!
Não deixemos desperdiçar mais um ano.
O amor deve ser uma constante em nosso fluxo sanguíneo!
‘Ama ao teu próximo como amas a ti mesmo’, disse Ele…
Expande esse amor para fora de teu ser e contagia tudo e todos ao teu redor…
Um olhar de compaixão, um gesto, um toque de carinho, podem salvar e recuperar vidas…
…dar esperança, firmando-se no amor e na fé!

…então? É Natal…”

Desejo a todos, boas festas e um próspero e feliz 2019.

(Orual Ojellav – Mensagem de Natal – 22/12/2018)
Copyright © 1986–2018 texto de Lauro Escobosa Vallejo 
™ All rights reserved