Hecate

hecateHécate, filha do titã Perseu, o resplandecente, e de Astéria, a donzela estelar, foi a única sobrevivente da era titânica que manteve o seu poder sob o domínio de Zeus. Honrada pelos mortais e pelos imortais, era representada como deusa tríplice. Triângulo divino, não apresentava a deformidade de um corpo com três cabeças, mas a harmonia de três corpos unidos, como um grupo de três jovens de costas voltadas umas para as outras.

As faces de Hécate olhavam o cosmos em três direções. Estava presente no mistério das encarnações e das desencarnações. Vivia na Terra, mas descia aos infernos e subia aos céus. Quando Deméter procurava sua filha Perséfone, raptada por Hades, o deus infernal, Hécate saiu ao seu encontro com um facho de luz e, arrebatando-a nos seus corcéis, levou-a até o Sol.

hecate-deusa-bruxaDeméter soube, então, na luz solar, o destino da filha desaparecida.

Hécate, a deusa tríplice, no céu era a Lua, na Terra era Diana, no inferno, Prosérpina. O mistério da trindade, que é uma das mais antigas formas mitológicas, encontrou em Hécate a sua mais poética expressão. Invocavam-na para afastar as almas dos mortos, nos casos de possessão ou loucura. Nas noites de luar, aparecia nas encruzilhadas, acompanhada de almas errantes e de animais. para torná-la propícia, ou para que auxiliasse as almas perdidas, ofereciam-lhe nas encruzilhadas os resíduos dos sacrifícios aos deuses.

 A deusa tríplice era também representada por três caminhos cruzados. Os caminhos de Hécate conduziam aos três planos do seu império cósmico: o mundo subterrâneo, o mundo terreno e o mundo celeste. Deusa dos mistérios da terra e do espaço, Hécate assemelha-se à doutrina tríplice do Espiritualismo, que pelos caminhos da ciência, da Filosofia e da Religião, arranca Perséfone do hades, conduz Deméter ao Sol e transforma os resíduos mitológicos em auxílio para as almas e os homens.

titulo-Ok

filipeta

bril2 (2)Para maiores informações sobre o

Imagicklan – A Irmandade das Estrelas

Cklicke aqui