A Universilização das Escolas Iniciáticas

todosum“No passado, os ensinamentos espirituais estimulavam os humanos na via da salvação individual.

O saber, os poderes, a iluminação, tudo o que cada um conseguia adquirir, era para si, para o seu próprio desenvolvimento, para a sua própria elevação. Por isso, muitos iam isolar-se algures nos desertos, nas montanhas, nas grutas ou nos mosteiros, para não serem perturbados.

Mas agora entrámos na era da coletividade, da fraternidade, e temos de ultrapassar a filosofia da salvação pessoal. Há que aperfeiçoar-se, bem entendido, mas não isolar-se fisicamente ou espiritualmente para evitar ser perturbado pelos outros; pelo contrário, é preciso aceitar os inconvenientes, fazer sacrifícios e até sofrer, mas ser útil.

Então, não procureis frequentar uma Escola Iniciática só para vos ocupardes do vosso desenvolvimento espiritual.

«Mas nós queremos salvar a nossa alma», dirão alguns. Muito bem, mas que pensem também na alma dos outros; será assim que se salvarão. Que eles continuem a ter na sua cabeça a ideia de aperfeiçoamento, mas compreendendo que esse aperfeiçoamento nunca deve ser só para eles mesmos.

Aperfeiçoar-se para si mesmo representa só metade da tarefa.

A nossa verdadeira tarefa é aperfeiçoarmo-nos para nós mesmos e para os outros, a fim de sermos úteis ao mundo inteiro.”

Omraam Mikhaël Aïvanhov

 

filipeta

 

reporg amor ideal