“FLOR DE LOTUS”

 (por Orual Ojellav)

29597976_2200652019963601_5710293768037422418_nAquela tarde chuvosa atenuava as cores vivas da primavera.
Caminhando pelas alamedas úmidas e frias, procurava uma referência.
Algo que me motivasse, que devolvesse o equilíbrio ao meu íntimo…
Andava com cuidado para não pisar nas poças de água, formadas pela chuva que caíra momentos antes.
E quase não percebi que uma pequena fada me fitava fixamente, bailando no ar com sua graça e leveza sutis.
Era do tamanho de uma borboleta, seu corpinho era perfeito…lindo!
Tomou um impulso para cima e ficou pairando a um palmo de minha cabeça, e disse: -“segue-me…”
Não tive tempo de raciocinar e como num passe de mágica atravessamos um portal no meio das árvores.
Jamais poderia imaginar que isso fosse possível ou existisse…
Mas era real, a luz, o brilho, as cores, o aroma, tudo era real e perfeito.

Segui a fadinha por uma trilha florida, com mil e uma cores…e logo ela parou de voar, pairando à minha frente.
Disse-me telepaticamente: -“Não temas, acredita em teu poder, fica tranquilo e sereno, pois só assim poderás vencer os teus medos e atrair a fortuna, a prosperidade, e consequentemente, a felicidade.”
E continuou:- “Estás vendo aquela flor? Aquela no meio do lodo do pântano? É uma flor de lótus! Símbolo da equanimidade, que significa espírito equilibrado”
– “Na dimensão que teu ser habita, as emoções, as tentações, os valores mundanos, desviam as pessoas do caminho da Essência. Assim sendo, com o passar do tempo, entram em depressão e em desespero.”
Perguntei-lhe atônito:- “Mas como devo fazer para não cair ou me desviar da minha trilha?”
A fadinha, respondeu:- “Utiliza o exemplo da flor de lótus. Percebe que ela é única. Mesmo com o ambiente inóspito que a cerca, ela se abre e desabrocha sem temor. Ela é autêntica e não se intimida com o meio…pelo contrário, ela transforma o entorno com sua beleza, seu ar sereno, seu aroma único…”
E disse mais:- “Quando sentires uma emoção, uma tensão, uma dor, seja uma sensação de mal estar, deves agir com equanimidade. Deixa que teu ser observe os pontos afetados por essas tensões e ao invés de te debateres ou estressares, relaxa! Respira fundo, concentra-te e direciona vibrações mentais de amor para a área supostamente afetada. Verás que em pouco tempo, teu ser atingirá uma vibração de equilíbrio e nada e nem ninguém poderá te afetar.”
– “Atingir o estado de equanimidade ou equilíbrio interior, nos permite perceber aqueles que amamos e aqueles que odiamos ou tememos, de forma equivalente, e assim, podemos oferecer nosso melhor para proporcionar felicidade para ambos. Equanimidade significa deixar ir, não significa abandonar e, sim, soltar, deixar existir. O abandono causa sofrimento. Quando não nos apegamos, somos capazes de soltar…pensa nisso!”

Fiquei emocionado, pelas simples palavras, e por um bom tempo, que não sei se foram segundos ou horas, contemplei aquela bela flor de lótus…

Quando dei por mim, estava em meu quarto, deitado na cama, ainda vestido. A fada tinha sumido, a paisagem do portal, a flor de lótus, parecia ter sido um sonho…mas tinha sido real…projeção de minha consciência, viagem astral…
A partir desse momento passei a observar melhor a reação de meu ser às tensões, aos medos…e usar como exemplo a trajetória de ser daquela magnífica florzinha: Flor-de Lotus!”

(Orual Ojellav – trecho de: “Um pouco de mim para mim mesmo” 04/04/2018)
Copyright © 1986-2018 Texto de Lauro Escobosa Vallejo™ All rights reserved.

Foto: “by Lica Barberan” (maio-2011 – Granada-España) * flor-de-lotus*

filipeta

Gostou do que leu? Então temos muito em comum…

imagickl-1024x510

Para maiores informações sobre o

Imagicklan – A Irmandade das Estrelas

Cklicke aqui

titulo-Ok