Artemísia na Medicina Tradicional Chinesa

Captura de Tela 2017-12-14 às 11.31.33A Artemísia ou popularmente erva-de-são-joão, como o alecrim, parece ser outra planta revestida de magias e mistérios, já que é denominada por alguns até como “a planta mais poderosa da terra”, “a erva da vida”, “erva das bruxas” ou “a deusa das plantas”.

Nome científico: Artemísia Vulgaris
 
Família: Asteraceae.

Origem: Europa e hoje aclimatada em todo o mundo.

Nomes populares: Artemísia, Flor-de-São-João, Artemige, Losna Brava

Características: Planta herbácea, perene, com cerca de 1,5 m de altura. O caule, avermelhado-escuro, possui muitos ramos, e suas flores são minúsculas espigas, cuja cor varia em tons de amarelo e marrom. Enquanto as folhas, dispostas ao longo de toda a haste, são doces, as raízes são mais amargas. Tem um aroma leve e muito semelhante ao da losna.

Em grego,  Artemísia significa integridade e boa saúde.

Artemísia é uma planta da família Asterácea também conhecida como Artemija, Matricária, Camomila-do-Campo, Flor-de-São-João, Absinto Selvagem e de Erva do Fogo. É originária da Europa, Ásia e norte da África e no Brasil é encontrada em todas as regiões, menos na Amazônia.

Ela é a erva da mulher, para recompor o Eu feminino, para ajudar a mulher a se integrar muito mais no seu papel, conectando as mulheres  ao seu sagrado feminino, sensibilidade, feminilidade e conectando com a Deusa. É ótima para mulheres que precisam ser sempre fortes, ou que não se assumem inteiramente, pois precisam fazer numa grande parte da sua vida, papel de homens. Também é conhecida desde a antigüidade por ajudar nos partos. Seu nome provém da deusa ARTEMÍS, que era a protetora dos partos.

Captura de Tela 2017-12-14 às 11.31.22A Artemísia deve ser usada por pessoas que constantemente precisam de uma limpeza energética profunda, e quando há necessidade de limpeza profunda de toxinas físicas e energéticas.

Em épocas renascentistas apareceram escrito por um autor desconhecido os segredos da Artemísia: “Infunde alento, ânimo e força, a quem a trouxer consigo junto do coração.” E tem outra rara virtude, que o caminhante que a trouxer, sentirá muito menos o caminhar. “Estas virtudes são recebidas por esta erva de uma estrela que os astrólogos chamam ALGOL.”

Planeta regente: Regente – Vênus e Marte.

Os antigos diziam que esta planta tem o poder de proteger contra o mal se for carregada junto à pessoa é uma salvaguarda contra diversas forças negativas.

Recomenda-se beber o chá de Artemísia antes de começar a realizar divinações ou perseguir sonhos proféticos. Talvez seu melhor dom seja a ajuda que dá para realizar projeções astrais.

Para tanto se sugere que se tome uma xícara de chá próximo à hora de dormir e colocar um pouco da erva debaixo do travesseiro e esfregar uma folha próximo a região do nariz. É tida como uma planta incomum que abre os portões para outros mundos.

Foi muito utilizada na antiguidade por clarividentes, que diziam que promovia sonhos psíquicos, viagens astrais, visões do futuro. Para os povos antigos era uma erva mágica muito utilizada para proteção e limpeza.

Ramos de Artemísia presos as portas da casa evitavam a entrada de inveja e qualquer energia negativa.

artemisia-beneficios-1Na Idade Média e na cultura Celta, a Artemísia era queimada ou exposta nos lugares em vasos, em formas de bonecas ou guirlandas para afastar maus espíritos, ficando conhecida inclusive como infalível de espanta demônios, parece até que foi usada por exorcistas.

O Chá de Artemísia pode ser usado para limpar cristais e as gemas e também para quem quer se comunicar com as fadas, segundo a magia cigana.

As folhas de Artemísia depois de secas, queimadas em brasa, devem ser espalhadas por toda a casa e sobre pessoas vítimas de ataques psíquicos diversos como, obsessores, mau olhado, larvas e miasmas astrais e mentais.

Pegar esta erva e colocar em um saquinho de veludo preto e carregar consigo é um poderoso amuleto mágico.

Secá-la e trazer pendurada na porta da casa é também uma forma poderosa de atrair os poderes mágicos desta erva.

moxabustao-canoas-porto-alegreMoxabustão

A Moxabustão é um tratamento feito na MTC através da queima da Erva Medicinal Artemísia, que produz efeitos benéficos e terapêuticos no corpo humano, ela tem a propriedade de aquecer profundamente e, através do calor, remover obstruções nos meridianos, eliminando a umidade e frio que promovem disfunções no organismo.

Muito utilizada como moxa na terapia moxabustão, difundida através da MTC e Japonesa. A moxa, ou mogussá, é um extrato envelhecido, batido e seco das folhas dessa erva. Depois é utilizado tanto diretamente quanto indiretamente na pele em regiões com dores ou pontos de Acupuntura. O princípio do tratamento é através do calor, mas ainda não são descartadas as propriedades curativas já conhecidas da planta.

A pronúncia para a palavra chinesa Moxabustão é “okiú” que significa longo tempo de aplicação de fogo, pois a moxa deve ser aplicada por um longo tempo, mesmo nos casos crônicos e agudos, considerados perdidos, obtemos resultados notáveis.

Antigamente no Japão, já se fazia uso da Artemísia, não somente para fazer Moxa, mas também como erva anti-febril, adstringente, anti-hemorágica. Também era usada como desinfetante e principalmente como vermífugo. Ela é considerada uma erva que possui o princípio ativo da Santonina, a Santonina constituí um excelente vermífugo, o chá de Artemísia pode ser excelente para os intestinos.

O efeito da moxa é semelhante à Acupuntura, que age estimulando os meridianos para fortalecer circulação QI e do sangue, sendo que a moxa estimula com calor, no LING SHU está escrito:

“QUANDO O SANGUE NOS VASOS SE TORNA ESTAGNANTE OU FICA BLOQUEADO, DEVE SER SOMENTE TRATADO PELO FOGO”. Estas e outras passagens ilustram bem a função da moxa.

1200px-Artemisia_absinthium_-_Köhler–s_Medizinal-Pflanzen-164Propriedades Medicinais da Artemísia:

É antiinflamatória, antiepilética, antiespasmódica, calmante, digestiva, diurética, sedativa, vermífuga.
Indicada em casos de anemia, Cólicas abdominal.
Cura diarréia, mata vermes, lombriga, oxiúro.
Facilita a digestão

É a principal erva do aparelho uro-genital feminino, Prevenindo doenças, regularizando o ciclo menstrual e aliviando as cólicas.

Uso do chá: gripe, anemia, envenenamentos, cólicas intestinal e menstruais, regula a menstruação e tira as dores pós-parto; debilidade do estômago, gastrite, flatulências, mau hálito; epilepsia, câimbras, diarréias, hidropisias, icterícia, vermes, reumatismo, nervosismo, histerismo, nevralgia; para auxiliar no tratamento de diabetes e ultimamente para combater a malária, a febre amarela e até a dengue.

Também limpa e regulariza o funcionamento de diversos órgãos: estômago, fígado, bexiga e pulmões.
É uma excelente diurética, e por isso ajuda muito no funcionamento e na limpeza constante dos rins.

O óleo da Artemísia é empregado para diversos tipos de dores e muito usado hoje nas terapias alternativas para melhorar a concentração e a memória, misturado com óleos essenciais de alecrim e sálvia.

NÃO SE PODE ABUSAR DO CHÁ, MESMO SENDO CURATIVO.

É contra-indicada a mulheres grávidas e mulheres que estão amamentando.
Em dose exagerada também é perigosa.

FONTES DE PESQUISA:

https://orienteocidente.wordpress.com

http://www.ervanarium.com.br/planta/10/artemisia

http://www.terapeutamagica.com.br/artemisia

Livro: Moxabustão Filosofia da Medicina Oriental Tratamento Aplicado

Tomio Kikuchi

 

A FONTE DO SER E OS CANAIS DO DEVIR

 

NAS PROFUNDEZAS DO INSONDÁVEL

JAZ O SER.

ANTES QUE CÉU E TERRA EXISTISSEM,

JÁ ERA O SER,

IMOVÉL, SEM FORMAS,

O VÁCUO, O NADA, BERÇO DE TODOS OS POSSÍVEIS.

PARA ALÉM DE PALAVRA E PENSAMENTO

ESTÁ O TAO, ORIGEM SEM NOME E SEM FORMA,

A GRANDEZA, A FONTE ETERNAMENTE BORBULHANTE,

O CICLO DO SER E DO EXISTIR.

DO LIVRO: TRATADO DE AURICOLOTERAPIA

PROF. MARCELO PEREIRA DE SOUZA