Seu Gatinho É Um Extra-terrestre?

Como Você Pode Saber Se O Seu Inocente Gatinho Não É Um Extra-terrestre?

    Um belo dia você vai andando por uma calçada e “pufff”, dá de cara com um gatinho abandonado… Ele olha para você, com cara de “me leva contigo”, seu coração vacila e lá vai o bichano ronronante, debaixo de seu braço, para o sofá de sua casa…

    Ou então, é a Tia Maricota que, com um sorriso amarelo, traz um gatinho preto para você tomar conta. Ela lhe diz: “São só por uns dias…”. Mas, os dias acabam virando meses e quando você se dá conta passaram-se anos….

    Ou, quem sabe, é um domingo de manhã… Você levanta da cama cheio de preguiça, depois de uma noite de sábado alongada e mal dormida. Coça a barriga bem gostoso, vai até a cozinha beber alguma coisa e quando passa pela porta da rua ouve um estranho ruído… “Que diabos será isto”, pensa você com seus botões (se é que seu pijama tem botões ou você usa pijama para dormir…). Abre a porta e surpresa!!!… Lá está, bem debaixo do seu nariz, uma ninhada inteira de gatinhos rajados a espera do seu socorro…

    São tantas as maneiras que acabamos nos envolvendo com estas criaturas, que ficaríamos aqui falando sobre elas por dias.

    Mas, na maioria dos casos, estamos trazendo para dentro de nossas casas (‘para o recondito do nosso lar’ – como diziam os escritores do passado), seres de procedência absolutamente ignorada. De pais jamais vistos ou sabidos.

    Qual seria a origem daquele animal peludo que me olha fixamente, lá de cima do armário cor de rosa que herdei da vovó?

    Seria ele um alienígena?… Um gato ET?… Ou um simples terráqueo que, como todos nós, busca carinho, abrigo, calor e um pouco de amor.

    Se esta é a sua preocupação, tranquilize-se, pois meu amigo Alfredinho (cujo gato ficou comprovado tinha mesmo origem extra-planetária) me ensinou uma maneira de desvendar este mistério.

    De noite, antes de ir dormir, coloque uma caixa nova de areia para as necessidades gatíferas noturnas. De manhã, ao despertar vá até a caixa e inspecione, se encontrar algo como a foto da caixa do Alfredinho, se desespere… seu gato é um ET.

filipeta

blavatsky 944     AAnimation66